Staking de Crypto vs mineração: Qual é a diferença e como funcionam?

Staking ou mineração? Saiba como os dois diferem e como ganhar recompensas através da mineração de Bitcoin, staking de Ethereum e outras criptomoedas.

Feb 21, 2024
|

Staking And Mining (1)

Principais conclusões:

  • A mineração e o staking são métodos populares para ganhar criptomoedas como a Bitcoin e a Ethereum.
  • A mineração valida as transações utilizando computadores potentes, consumindo uma quantidade significativa de energia.
  • O staking valida as transações mantendo tokens, utilizando menos energia e sendo um processo mais simples do que a mineração.
  • A preferência pela mineração ou pelo staking depende de fatores como conhecimentos técnicos, custos iniciais e preocupações ambientais.

Introdução à mineração de criptografia e staking

Criptomoedas como Bitcoin e Ethereum oferecem novas formas de ganhar recompensas em ativos – mineração de criptografia e staking. Embora ambos envolvam a participação na rede blockchain, diferem significativamente na sua abordagem e nas recompensas que oferecem. Neste artigo, exploramos as diferenças entre a mineração de criptografia e o staking.

O que é a mineração de criptografia?

A mineração de criptografia é o processo de validação e verificação de transações numa rede blockchain. Os mineiros utilizam computadores potentes para resolver problemas matemáticos complexos, conhecidos como algoritmos, de modo a adicionar novos blocos à blockchain. Este processo requer uma quantidade significativa de poder computacional e consumo de energia.

Para participar na extração de criptomoedas como a Bitcoin, os indivíduos ou grupos de mineiros investem em hardware de extração especializado, como os circuitos integrados de aplicação específica (ASIC) ou as unidades de processamento gráfico (GPU). Estes dispositivos são optimizados para as tarefas computacionais exigidas na mineração, tornando-os mais eficientes do que os computadores normais de consumo.

Os mineiros que conseguirem resolver as equações matemáticas primeiro são recompensados com moedas recém-cunhadas , bem como com taxas de transação. Isto é conhecido como a recompensa de mineração . Quanto maior for o poder computacional de um mineiro, maiores serão as suas hipóteses de ser o primeiro a resolver o algoritmo e receber a recompensa. No entanto, à medida que aumenta a dificuldade computacional de muitas moedas que podem ser mineradas, a mineração torna-se mais competitiva e desafiadora.

Um exemplo proeminente é o Bitcoin halving que periodicamente reduz para metade as recompensas que os mineiros recebem por bloco. Por outras palavras, é necessário o dobro do poder de computação após cada evento de halving para receber a mesma recompensa.

Saiba mais sobre a mineração de criptografia aqui .

Que criptomoedas podem ser mineradas?

Bitcoin, Litecoin, Monero, Bitcoin Cash, Zcash, Dash, e Ethereum Classic são apenas alguns exemplos de criptomoedas populares que podem ser mineradas, e há muitas outras com diferentes graus de popularidade e nuances técnicas.

O que é a aposta em criptografia?

Crypto staking, por outro lado, é um método de validação e verificação de transações numa rede blockchain que não requer o mesmo poder computacional que a mineração. Em vez de resolver equações matemáticas complexas, os stakers detêm uma determinada quantidade de criptomoeda numa carteira designada, conhecida como carteira de staking, para apoiar as operações da rede. O staking é crucial para garantir a segurança das blockchains Proof of Stake (PoS) e contribui para uma maior adoção da tecnologia de blockchains. Ao exigir que os validadores façam staking dos seus próprios tokens , obriga-os a agir no melhor interesse da rede e a mantê-la tão segura quanto possível.

Os stakers são escolhidos para validar transações com base no número de tokens que detêm e no período de tempo que têm apostado. Quanto mais criptomoedas um staker detiver e quanto mais tempo estiver a fazer staking, maiores serão as hipóteses de ser selecionado como validador. A duração do staking pode variar consoante a moeda criptográfica e a rede de staking.

Durante este período, os tokens em staking não estão acessíveis para negociação ou outras transações. Em troca da sua participação, os stakers recebem recompensas sob a forma de tokens adicionais, à semelhança da forma como os mineiros são recompensados pela mineração.

Saiba mais sobre o staking de criptomoedas neste artigo .

Que criptomoedas podem ser staked?

Ethereum, Cardano, Polkadot, Tezos, Cosmos, Algorand, VeChain, e TRON são algumas das criptomoedas que oferecem oportunidades de staking, permitindo aos detentores participar ativamente no consenso e na governação das respetivas redes, enquanto ganham recompensas em troca.

Diferenças entre mineração de criptografia e staking

Embora tanto a mineração como o staking envolvam a participação numa rede blockchain, existem várias diferenças importantes entre os dois métodos:

  1. Poder computacional: A exploração mineira requer um poder computacional significativo, muitas vezes sob a forma de hardware especializado, enquanto o staking requer a detenção de uma certa quantidade de moedas ou fichas numa carteira de staking.
  2. Consumo de energia: A mineração consome uma quantidade substancial de energia devido ao poder computacional necessário, enquanto o staking consome visivelmente menos energia.
  3. Recompensas: Os mineiros recebem criptomoeda recém-criada nativa da blockchain e taxas de transação como recompensa pelos seus esforços de mineração, enquanto os stakers recebem criptomoeda adicional por participarem no processo de staking.
  4. Segurança: A mineração depende do poder computacional da rede para proteger as transações, enquanto o staking utiliza o número de tokens detidos pelos stakers para garantir a segurança da rede.
  5. Acessibilidade: A mineração pode ser mais complexa e requer conhecimentos técnicos e hardware, enquanto o staking é geralmente mais acessível e pode ser efectuado com um computador pessoal ou um dispositivo móvel.

Saiba como funciona a mineração de Bitcoin aqui .

O que é melhor: Mineração de criptomoedas ou staking?

A escolha entre mineração e staking depende de vários factores, incluindo conhecimentos técnicos, capital inicial e preocupações com o consumo de energia.

A mineração pode ser mais rentável a curto prazo, especialmente para aqueles que têm acesso a eletricidade barata e a hardware de mineração de alto desempenho. No entanto, exige um investimento inicial substancial e custos operacionais contínuos.

Por outro lado, o staking requer a detenção de uma determinada quantidade de criptomoeda, o que pode ser menos intensivo em termos de capital em comparação com a extração. É também mais amigo do ambiente devido ao seu menor consumo de energia. O staking também pode ser uma estratégia a longo prazo, uma vez que o valor da criptomoeda em staking pode valorizar-se ao longo do tempo.

Em última análise, a decisão entre mineração e staking depende das circunstâncias e objectivos individuais. É essencial pesquisar e considerar fatores como o custo, os requisitos técnicos e as potenciais recompensas antes de tomar uma decisão.

Conclusão e considerações finais

A mineração de criptomoedas e a staking são dois métodos distintos de participação em redes de blockchain. Enquanto a mineração requer um poder computacional e um consumo de energia significativos, o staking oferece uma alternativa mais acessível e eficiente em termos energéticos. Ambos os métodos oferecem recompensas pela validação e verificação de transações, mas a abordagem e os requisitos diferem significativamente.

Ao decidir entre mineração e staking, é crucial considerar fatores como conhecimentos técnicos, capital de investimento e impacto ambiental. Cada método tem as suas vantagens e desvantagens, e a escolha certa depende da preferência individual, das circunstâncias e dos objectivos.

À medida que a indústria das criptomoedas continua a evoluir, podem surgir novos mecanismos de consenso e métodos de ganhar criptomoedas. É essencial que os utilizadores se mantenham informados e se adaptem ao panorama em mudança para tirarem o máximo partido dos seus investimentos em criptomoedas. Quer optem por minerar ou staking, é importante efetuar a devida diligência para tomar decisões informadas.

Diligência devida e faça a sua própria investigação

Todos os exemplos listados neste artigo são apenas para fins informativos. Não deve interpretar qualquer informação ou outro material como aconselhamento jurídico, fiscal, de investimento, financeiro, de segurança cibernética ou outro. Nada aqui contido constitui uma solicitação, recomendação, endosso ou oferta por Crypto.com para investir, comprar ou vender quaisquer moedas, tokens ou outros ativos criptográficos. Os retornos da compra e venda de ativos criptográficos podem estar sujeitos a impostos, incluindo impostos sobre mais-valias, na sua jurisdição.

O desempenho passado não é uma garantia ou previsão de desempenho futuro. O valor dos ativos criptográficos pode aumentar ou diminuir, e você pode perder todo ou um valor substancial do seu preço de compra. Ao avaliar um ativo criptográfico, é essencial que faça a sua pesquisa e a devida diligência para fazer o melhor julgamento possível, uma vez que quaisquer compras serão da sua exclusiva responsabilidade.

Tags

Blockchain

Mining

staking

Partilhar com amigos

Pronto para iniciar a sua jornada com a crypto?

Obtenha o seu guia passo-a-passo para criar uma conta na Crypto.com

Ao clicar no botão Começar, reconhece ter lido a Aviso de Privacidade do Crypto.com onde explicamos como utilizamos e protegemos os seus dados pessoais.
Mobile phone screen displaying total balance with Crypto.com App

Common Keywords: 

Ethereum / Dogecoin / Dapp / Tokens