O que são contratos inteligentes e como funcionam? 

Saiba tudo sobre os contratos inteligentes na Ethereum e noutras blockchains, como funcionam e porque são importantes para as criptomoedas.

Jan 10, 2023
|

Aprofundamento dos contratos inteligentes Opt

Introdução aos contratos inteligentes

O termo “contrato inteligente” foi introduzido pela primeira vez pelo cientista informático e criptógrafo Nick Szabo na década de 1990. Na sua publicação, Szabo definiu o contrato inteligente como “um conjunto de promessas, especificadas em formato digital, incluindo protocolos no âmbito dos quais as partes cumprem essas promessas”.

Os contratos inteligentes são blocos de construção fundamentais da cadeia de blocos e do espaço criptográfico. À medida que as cadeias de blocos ganharam popularidade, os contratos inteligentes começaram a florescer – especialmente com o surgimento do Ethereum, uma das cadeias de blocos mais populares que suporta contratos inteligentes.

Principais conclusões:

  • Um contrato inteligente é um programa de computador autoexecutável que é executado numa cadeia de blocos. Quando as regras de um contrato inteligente são cumpridas para uma transação, o contrato digital executa essa transação.
  • Algumas das potenciais vantagens dos contratos inteligentes incluem a automatização, a transparência e a segurança, entre outras.
  • Os riscos dos contratos inteligentes podem incluir uma regulamentação deficiente e uma potencial vulnerabilidade.
  • Atualmente, existem inúmeros casos de utilização de contratos inteligentes no mundo real, incluindo finanças, cadeia de abastecimento e muito mais.

Como funcionam os contratos inteligentes

No espaço da cadeia de blocos, um contrato inteligente é um programa de computador autoexecutável que é executado numa cadeia de blocos. Este tipo de contrato destina-se a executar e controlar automaticamente eventos e acções de acordo com os termos especificados no código. Este código contém um conjunto de regras e dados que seguem a lógica “se/quando x acontece, então executa y”, em que x é um evento e y é uma ação. É como uma aplicação normal que implementa algumas regras de negócio, só que utiliza uma cadeia de blocos como ambiente de execução. Uma analogia que podemos utilizar é o funcionamento de uma máquina de venda automática: Com as entradas correctas, é garantido um determinado resultado.

Ilustração de um contrato inteligente

Em termos simples, podemos considerar os contratos inteligentes como uma forma digitalizada de executar contratos na cadeia de blocos. À semelhança dos acordos digitais tradicionais, os contratos inteligentes envolvem duas ou mais partes contratantes e são tecnicamente juridicamente vinculativos. No entanto, embora existam alguns paralelos que podem ser traçados entre os contratos tradicionais e os contratos inteligentes, não são a mesma coisa. Os contratos inteligentes, enquanto ferramenta, podem ajudar a aproximar-nos de um mundo mais descentralizado e não se destinam a substituir os acordos normais.

Contratos inteligentes Ethereum

O diagrama abaixo mostra como funciona um sistema de contrato inteligente, tomando como exemplo a cadeia de blocos Ethereum. Cada contrato é identificado por um endereço único. Os termos do contrato são escritos em código; uma vez que o contrato é implantado na blockchain, o código do contrato não pode ser alterado.

Os contratos inteligentes são executados pelos nós da cadeia de blocos como resultado do processamento de transacções que são submetidas por um utilizador (por exemplo, realizar uma troca de tokens de ETH para CRO). Os nós da cadeia de blocos são dispositivos, como computadores, que autorizam e validam transacções e funcionam como um centro de comunicação com outros nós da rede.

Estas transacções são depois executadas por todos os nós da blockchain na rede para verificar os seus resultados. Se for verificado por todos os nós, o estado do contrato é então atualizado em conformidade. As transacções são automatizadas e auto-executadas através do código, o que, idealmente, se tudo correr de acordo com o planeado, elimina a necessidade de um terceiro para executar o contrato.

Com base na transação que recebe, o contrato pode executar várias funções, incluindo ler ou escrever no seu armazenamento privado, armazenar dinheiro no saldo da sua conta, enviar ou receber mensagens ou dinheiro de ou para utilizadores ou outros contratos, ou mesmo criar novos contratos.

Fluxo de contratos inteligentes

Anatomia dos contratos inteligentes

Um contrato inteligente é um programa que consiste em dados e funções que podem ser executados automaticamente ao receber um pedido de transação numa cadeia de blocos. Eis uma visão geral do que constitui um contrato inteligente na cadeia de blocos Ethereum.

Dados

Todos os dados do contrato devem ser atribuídos a um local, seja para armazenamento ou para memória. Os dados podem ser o número de tokens, os resultados das funções, etc. É dispendioso modificar o armazenamento num contrato inteligente, pelo que o programador tem de considerar onde devem residir os dados correspondentes.

Funções

As funções definem as acções a executar ou a lógica empresarial comum. Em termos mais simples, as funções podem obter ou definir informações em resposta a transacções de entrada. Existem dois tipos diferentes de chamadas de função: internas e externas. As funções internas e as variáveis de estado só podem ser acedidas internamente (ou seja, a partir do contrato atual ou dos contratos que dele derivam). As funções externas fazem parte da interface do contrato, o que significa que podem ser chamadas a partir de outros contratos e através de transacções.

Eventos

Os eventos informam os serviços fora da cadeia de blocos, como as aplicações descentralizadas (dapps), para notificar os utilizadores do estado atual do contrato ou de um evento que tenha ocorrido. Os eventos são semelhantes às funções, na medida em que também aceitam e armazenam argumentos; mas os dados dos eventos são guardados no registo da transação, que é inacessível aos contratos inteligentes.

Os eventos podem ser chamados ou enviados através de uma palavra-chave ‘emit‘. Embora os eventos e os registos façam tecnicamente parte dos contratos inteligentes, é importante notar que os contratos inteligentes não podem ler dados de eventos.

Vantagens e desvantagens dos contratos inteligentes

Agora que os conceitos básicos já foram abordados, vamos analisar os benefícios e as limitações dos contratos inteligentes.

Vantagens

  • Automatização: Os contratos inteligentes funcionam de forma autónoma.
  • Transparência: As acções nos contratos inteligentes são publicamente visíveis, na medida em que ocorrem na cadeia.
  • Segurança: Os registos de transacções armazenados na cadeia de blocos são encriptados e imutáveis.
  • Exatidão: Todas as informações relativas ao contrato são expressas num formato condicional, utilizando as instruções “se-então”, e a lógica comercial é executada por máquinas, o que também pode evitar alguns erros que, de outro modo, poderiam resultar do trabalho manual.
  • Rapidez e eficiência: Os contratos inteligentes são executados na Internet com uma velocidade de execução rápida e sem intermediários.
  • Custos mais baixos: A execução de contratos inteligentes pode implicar custos mais baixos do que a execução manual de contratos tradicionais, para além de evitar atrasos e taxas associadas (embora isto ainda não tenha sido testado).

Desvantagens

  • Regulamentação fraca: Não existem regulamentos claros relativamente aos contratos inteligentes.
  • Imutáveis: Uma vez implantados, os contratos inteligentes originais não podem ser ajustados, mesmo que não funcionem como pretendido.
  • Potencial vulnerabilidade: Os contratos inteligentes podem conduzir a um risco de pirataria informática ou de exploração devido a erros, vulnerabilidades ou omissões no código.

Aplicações dos contratos inteligentes

Os contratos inteligentes tornaram-se os blocos de construção fundamentais das aplicações de cadeias de blocos actuais e, em seguida, apresentamos alguns exemplos dessas aplicações.

Financiamento descentralizado (DeFi)

O sector das criptomoedas está, em muitos aspectos, dependente dos contratos inteligentes. Um bom exemplo são as finanças descentralizadas (DeFi), onde se tem registado um número crescente de aplicações de contratos inteligentes desde 2020. A DeFi utiliza contratos inteligentes para implementar vários serviços financeiros tradicionais – concessão e contração de empréstimos, trocas, derivados, seguros, etc. – de modo a usufruir dos benefícios de uma economia sem intermediários, sem confiança e eficiente em termos de custos.

Os casos de utilização de contratos inteligentes no sector financeiro não se limitam à DeFi. Há muitos outros cenários em que os contratos inteligentes podem brilhar, como o comércio, a liquidação, etc.

Identidade digital

Os contratos inteligentes permitem a identidade auto-soberana (SSI), um conceito digital fundamental na Web3 que permite aos utilizadores controlar as informações que utilizam para provar a sua identidade em sítios Web e aplicações em linha. A SSI utiliza contratos inteligentes para proporcionar uma Internet sem descontinuidades e centrada no utilizador para os indivíduos, que detêm e controlam os seus dados pessoais (as contrapartes não precisam de ter na sua posse os dados sensíveis dos utilizadores para verificar as transacções). Isto simplifica ainda mais os processos, facilitando os procedimentos “conheça o seu cliente” (KYC) sem fricção.

Cadeia de fornecimento

A visibilidade da cadeia de abastecimento pode ser melhorada com a ajuda de contratos inteligentes – proporcionando o rastreio de mercadorias entre marcas, retalhistas, logística e contrapartes.

Reclamações de seguros

Outro caso de utilização potencial frequentemente citado para os contratos inteligentes é o espaço dos seguros, que poderá um dia ajudar a prevenir ou reduzir a fraude nos seguros, facilitando a verificação e a gestão dos sinistros para os clientes e fornecendo simultaneamente sistemas de resseguro eficientes.

Imóveis

Os contratos inteligentes podem encontrar bons casos de utilização no sector imobiliário, uma vez que podem ajudar a facilitar transacções fiáveis que exigem confiança e transparência de todas as partes envolvidas. Os contratos inteligentes podem entrar em ação acelerando o processo de mudança de propriedade, simplificando a facilitação de contratos de aluguer e arrendamento e garantindo a segurança das transacções entre pares em geral.

Conclusão – Os contratos inteligentes são essenciais para a Web3?

Embora os contratos inteligentes possam ser bastante matizados, são uma inovação sobre a qual vale a pena aprender. No entanto, ao interagir com contratos inteligentes, certifique-se de que utiliza as respectivas interfaces de utilizador para concluir as transacções, a menos que tenha os conhecimentos técnicos necessários para interagir diretamente com o contrato inteligente. Caso contrário, sem o conhecimento correto, um erro possível seria enviar fundos diretamente para o endereço do contrato, o que não accionaria as funções do contrato e os fundos poderiam perder-se – para sempre!

Diligência devida e fazer a sua própria investigação

Todos os exemplos apresentados neste artigo têm um carácter meramente informativo. O utilizador não deve interpretar essas informações ou outros materiais como aconselhamento jurídico, fiscal, de investimento, financeiro, de cibersegurança ou outro. Nada aqui contido constituirá uma solicitação, recomendação, endosso ou oferta da Crypto.com para investir, comprar ou vender quaisquer moedas, tokens ou outros activos criptográficos. Os rendimentos da compra e venda de activos criptográficos podem estar sujeitos a impostos, incluindo o imposto sobre mais-valias, na sua jurisdição. Quaisquer descrições dos produtos ou características da Crypto.com são meramente para fins ilustrativos e não constituem um endosso, convite ou solicitação.

O desempenho passado não é uma garantia ou um indicador do desempenho futuro. O valor dos activos criptográficos pode aumentar ou diminuir, e pode perder a totalidade ou um montante substancial do seu preço de compra. Ao avaliar um ativo criptográfico, é essencial que faça a sua investigação e a devida diligência para fazer o melhor julgamento possível, uma vez que quaisquer compras serão da sua exclusiva responsabilidade.

Tags

smart contracts

Partilhar com amigos

Pronto para iniciar a sua jornada com a crypto?

Obtenha o seu guia passo-a-passo para criar uma conta na Crypto.com

Ao clicar no botão Começar, reconhece ter lido a Aviso de Privacidade do Crypto.com onde explicamos como utilizamos e protegemos os seus dados pessoais.
Mobile phone screen displaying total balance with Crypto.com App

Common Keywords: 

Ethereum / Dogecoin / Dapp / Tokens